10 dicas para elaborar um bom currículo

Antes de partir para as dicas de como elaborar um bom currículo, o candidato precisa ter em mente o seguinte exercício.

O que eu gostaria de ver em um currículo caso estivesse selecionando candidatos para uma vaga?

Faça a sua lista de requisitos para posteriormente conferi-la com as nossas 10 dicas.

Obviamente, não há modelo de currículo infalível.

Um setor, uma empresa em específico ou até mesmo os requisitos únicos de um selecionador poderão influenciar em seu currículo destacar-se ou não dos demais candidatos.

Portanto, as 10 dicas não são necessariamente uma “receita de bolo”. Algumas delas devem sim atender a todos os gostos e opiniões, já outras consolidaram-se por serem recomendadas pela maior parte dos contratantes.

Um último detalhe.

NÃO aumente e NÃO invente

Não é uma dica. Você deve tê-la como regra de ouro a seguir ao elaborar todos os tópicos do seu currículo. Foque no essencial e sem inventar.

Vamos às dicas.

1 – Dados pessoais

Trabalhe o essencial e construa o seu padrão de currículo. Fique atento para complementá-lo, caso a vaga apresente alguma instrução nesse sentido. Por exemplo, informar o número de algum documento ou a sua idade.

São suficientes como dados pessoais:

  • Nome completo;
  • Telefones de contato (residencial e celular);
  • Endereço de e-mail;
  • Página do LinkedIn,

2 – Objetivo

O objetivo no currículo deve refletir, em no máximo duas linhas, a sua área de atuação. O que busca, em quais áreas você possui maior afinidade em trabalhar? Apresente no máximo três áreas, contudo, uma é suficiente.

Este campo nunca deve ser “adaptado”. Ou seja, se o seu conteúdo não refletir com o da vaga pretendida, não envie o currículo.

Não invente, a dizer ter afinidade com a área relacionada na vaga apenas para não perder a “oportunidade” de encaminhar o seu currículo.

Procure apenas por anúncios de vagas que sejam da sua área de atuação.

3 – Resumo

Apresente em bullet points, que ocupem não mais do que um terço da primeira página do seu currículo, o descritivo das principais atividades desenvolvidas ao longo de sua carreira.

Poderá mesclar entre a experiência profissional e a formação acadêmica e mesmo até com experiências pessoais, deste que sejam altamente relevantes para o contexto.

Procure dar destaque ao que for relevante no seu perfil. O objetivo do resumo é esse mesmo, ser um RESUMO do seu currículo. Um convite para o leitor interessar-se a lê-lo por completo.

4 – Experiência Profissional

O seu currículo não deve ultrapassar de duas folhas. Portanto, caso a sua experiência profissional seja muito extensa (muitas empresas ou muitas atividades por cargo ocupado), você precisará equilibrá-lo naquilo que for essencial.

Comece pela última empresa e cargo, e siga retroagindo, sem deixar “furos” (pular alguma empresa ou cargo) na ordem cronológica.

Informe o nome completo de cada empresa (razão social) que trabalhou e, em no máximo uma linha, descreva o seu perfil. Por exemplo: Construtora nacional, empresa familiar com mais de 70 anos de existência, uma das dez maiores construtoras do país na década atual. Complete informando o endereço da página web da empresa.

Listes os cargos e os períodos em que os ocupou. Mês e ano são suficientes para todas as datas.

Apresente em bullet points as atividades que exerceu em cada cargo e empresa. Utilize-se, em cada frase, de verbos na primeira pessoa do pretérito perfeito; respondi, realizei, implantei, coordenei, desenvolvi, etc.

5 – Formação Acadêmica

Retroaja, em ordem cronológica, a sua formação acadêmica. Não misture com cursos gerais, mesmo que tenha obtido algum tipo de certificado.

Formação acadêmica refere-se aos cursos em que você obtém um diploma que lhe garanta um título, validado por órgão público federal (Ministério da Educação).

Por sua formação o selecionador conhecerá o seu maior grau de escolaridade e o caminho que trilhou até obter esse grau.

Informe cada título que obteve, o nome da instituição de ensino e a cidade em que se encontra, e o período que frequentou o curso. Mês e ano são suficientes para todas as datas.

6 – Idiomas

Informe o seu idioma nativo, mesmo que for o português. Informe outros idiomas que realmente conhecer, acompanhados do seu nível de conhecimento.

Caso considere relevante, você poderá subdividir a classificação do conhecimento de cada idioma em leitura, fala e escrita.

Lembre-se, não aumente e não invente em seu currículo.

7 – Informações adicionais

Liste em bullet points aquilo que considerar relevante e que não coube apresentar nos demais tópicos do currículo. Por exemplo, um livro de sua autoria, uma premiação recebida, uma certificação específica obtida, seus conhecimentos em informática, etc.

Não entre em nenhum aspecto familiar ou pessoal, ou qualquer outro tópico que não seja relevante para o seu objetivo profissional.

8 – Correção ortográfica e gramatical

Reveja tudo o que escreveu. Preferencialmente, se for possível, peça a alguém para ler o seu currículo e apontar eventuais erros ou dificuldade de compreender alguma parte do texto.

O texto em geral deve ser limpo, leve, curto e direto. Erros ortográficos são graves.

9 – Formatação

Estabeleça e siga um padrão para formatação do texto. Tipo e tamanho da fonte, espaçamentos e alinhamentos, estrutura e apresentação dos tópicos principais e intermediários.

Fonte com tamanho pequeno e de formato chamativo devem ser evitados.

Não polua o seu currículo com fotos, gráficos, ou elementos visuais suntuosos para separar tópicos do seu currículo. Utilize, no máximo, uma linha cheia para divisão de tópicos.

Coloque uma foto sua apenas quando for solicitado. Uma foto simples e apenas de seu rosto. Evite selfies ou fotos que saiam do contexto profissional.

10 – Versionamentos

Crie e guarde versões de seu currículo. Procure identificar o nome do arquivo com a data e com a situação em que aquela versão foi criada.

Isso facilitará controlar e atualizar a distribuição do currículo, seja por meio de arquivo, impresso ou preenchido em sites de vagas.

Quando alguém lhe procurar para oferecer uma vaga por ter visto o seu currículo, você terá como identificar tratar-se ou não de uma versão atualizada dele.

Gostou? Experimente agora revisar e preencher o seu currículo na ConstruVagas.

Deixe o seu pensamento

Categorias

A plataforma ConstruVagas é uma iniciativa da ConstruSpace, em parceria com a Vius.

Boletim Informativo